background_lotus.jpg
_butterfly.gif

ARTIGOS CIENTÍFICOS

JARDIM SENSORIAL: PERCEPÇÃO – REFLEXÃO – SENSAÇÃO
(ENSAIOS LÚDICOS, DIDÁTICOS E CIENTÍFICOS)

Jardins sensoriais públicos vem ganhando cada vez mais adeptos no mundo e por seus estímulos e propriedades eles trazem inúmeros benefícios. Ótimos lugares para relaxamento e reabilitação do stress cotidiano, consistem ainda de fontes de informação a respeito das propriedades medicinais da flora. Os processos de percepção vão além da visão, passando pelo tato (texturas e formas) pelo olfato(aromas) pela audição (pássaros, sinos e natureza) e pelo paladar (sabor). Médicos e educadores têm sugerido visitas aos jardins das sensações, no sentido de resgatar a natureza nos centros urbanos, bem como acalmar crianças com dificuldades em aprendizagem. Esses locais servem também como excelentes refúgios para leitura, meditação e lazer. Várias zonas temáticas ao longo do processo visam estabelecer diferentes nichos(ambientes). Nas áreas lúdicas: processos desafiantes (labirinto de Eucalyptus, passarela em ziguezague, escadas) nas áreas científicas: espirais de ervas selecionadas com informações de uso medicinal e nas áreas didáticas, uma plataforma central (deck de toras de eucalipto), para dinâmicas, fóruns de discussão e comentários. Como atividades complementares são oferecidas periodicamente oficinas de tintas ecológicas, compostagem, agro ecologia (consórcios vegetacionais), permacultura, minhocário, viveiro de mudas e seed balls (bolas de sementes).

 

pelo aluno José Augusto Cunha.