background_lotus.jpg
_butterfly.gif

ARTIGOS CIENTÍFICOS

COMUNICAÇÃO ORGANIZACIONAL EM COOPERATIVAS SEGUNDO A PROGRAMAÇÃO NEUROLINGUÍSTICA ATRAVÉS DO  METAMODELO DE LINGUAGEM

O presente artigo tem por objetivo analisar a importância da linguística assertiva para eficiência da comunicação organizacional: um estudo dedicado a analisar a Programação Neurolinguística bem como a aplicação do metamodelo de linguagem, visto que as cooperativas atuam com premissas de transparência e cooperação como seus principais valores, aliados a simplicidade na transmissão das mensagens. Para a realização deste estudo, adotou-se a metodologia caracterizada, quanto aos fins como descritiva. Quanto aos meios, bibliográfica, tendo como referência para esta análise os pressupostos da Programação Neurolinguística seguidos das técnicas de metamodelo de linguagem. Após esta verificação foi possível concluir que o metamodelo é uma ferramenta essencial para colher informações, viabilizar definições e ressignificar expressões. Esta configuração de análise diferencia a comunicação com vícios e apresenta uma direção para uma linguagem com padrões customizados dispostos a ampliar o mapa de mundo e despertar o exercício empático de autoconhecimento e observância. Os resultados obtidos possibilitam a aplicabilidade da ferramenta como caminho estratégico para organizações se posicionarem como referência em comunicação, aproximando-se dos cooperados e estabelecendo relações orgânicas.

Trabalho apresentado dia 16 de dezembro de 2020, no curso de Programação Neurolinguística: Educação sistêmica com qualidade de vida - Practitioner, pela Faculdade FATEC, Paraná;

pela aluna Eliane Maria da Silva Schneider.

 

Coordenadora: Vânia Lúcia Slaviero